Tijolo ecológico: Vantagens e desvantagens

Acompanhando as melhores ideias e intenções do conceito de sustentabilidade, o tijolo ecológico surge como uma solução construtiva que pode ser aplicada em diversos tipos de projeto, sem grandes perdas de eficiência. Isto é, esse tipo de tijolo pode ser uma ótima solução para os construtores preocupados com o meio ambiente.

Mesmo assim, com a intenção de lhe apresentar o tijolo ecológico em maiores detalhes, muitas informações foram reunidas por aqui. Com isso, você ficará conhecendo esse material tão diferenciado e poderá fazer um comparativo entre as vantagens e desvantagens inerentes à utilização dele na construção civil.

O que é um tijolo ecológico?

Como o próprio nome sugere, um tijolo ecológico é um tipo de tijolo que não gera impactos negativos no meio ambiente. Aliás, é possível dizer que esse tipo de tijolo faz exatamente o contrário, já que ele é criado a partir da reutilização de resíduos gerados nas próprias obras.

tijolo-ecologicos





Foto: Ventro

Isso mesmo! Um tijolo ecológico é gerado através de um processo que coleta os resíduos gerados em uma obra e os reutiliza de uma forma muito eficiente. Nesse caso, é possível dizer que o material contempla os conceitos de sustentabilidade ao máximo, já que ele impede que os resíduos prejudiquem o meio ambiente e, ao mesmo tempo, permite que as construções sejam ecologicamente corretas. Leitam também nossa matéria sobre telhas ecológicas.

Vantagens e desvantagens do tijolo ecológico

Por conta da sua composição diferenciada, um tijolo ecológico acaba sendo uma alternativa com certas peculiaridades. Logo, é necessário conhecer as vantagens e as desvantagens na utilização desse material.

tijolo ecologico

Foto: Madepal

Sendo assim, acompanhe com atenção:

  • Vantagens:
    • Reaproveitamento de resíduos que poderiam contaminar o solo e a água;
    • Melhoria na produtividade, já que a eliminação das chamadas juntas de assentamento propiciam a criação de um ambiente mais limpo e aumentam a velocidade na criação de paredes de vedação;
    • Fácil manuseio, devido aos formatos. Certos tipos de tijolo ecológico possuem furações verticais que apresentam como o material deve ser encaixado;
    • Maior durabilidade, chegando a ser seis vezes mais resistentes do que os blocos tradicionais;
    • Facilita as instalações hidráulicas e elétricas, evitando furações nas paredes.
  • Desvantagens:
    • O custo, quando comparado ao bloco cerâmico tradicional (que no Brasil é muito barato), pode não ser tão atrativo;
    • Certas paredes, como as paredes de contraventamento, não podem ser construídas com tijolos ecológicos;
    • Absorve mais umidade, exigindo cuidados maiores na fase de impermeabilização.

Tijolo ecológico: Como fazer

Para finalizar, agora que você já conhece o tijolo ecológico e suas vantagens e desvantagens, é bom saber que é possível produzi-lo e até começar um negócio explorando a venda desses materiais. Entretanto, é importante ressaltar que uma produção eficiente só será possível se você possuir uma prensa manual própria para a geração desse tipo de produto.

tijolo ecológico solo cimento

Foto: Mussatto Máquinas

Assim, com a prensa em mãos, bastará seguir os seguintes passos:

  • Você deverá selecionar resíduos sólidos devidamente triturados;
  • Com esses resíduos sólidos selecionados, você deverá promover uma mistura entre os resíduos e um pouco de cimento;
  • Separando a mistura em baldes, você deverá levá-la até a prensa e inseri-la no silo;
  • Faça as devidas regulagens na máquina e dê início à produção conforme as instruções do produto.

Com a prensa manual, o processo fica bem intuitivo. Todavia, as recomendações são de que o procedimento deve ser feito por mais de uma pessoa, para garantir que a mistura, a produção e o empilhamento alcancem o nível máximo de eficiência. Confira também sobre lareira ecológica.

Portanto, o tijolo ecológico é uma solução construtiva muito interessante e seus impactos positivos no meio ambiente devem ser considerados por todos os construtores que desejam direcionar os seus esforços para um viés ecologicamente correto. Felizmente, a produção desse tipo de tijolo não é nada complicada. Vale a pena utilizá-lo em suas obras ou produzi-lo em massa, para fins comerciais.

Avalie esta matéria!






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*